CONFHIC – Colégio São José 2015: textos de alunas sobre a PLURALIDADE RELIGIOSA em Salvador e vídeo do Programa aprovado sobre Antropologia Urbana

 Os textos a seguir foram resultado de um exercício no qual o(a)s aluno(a)s foram convidado(a)s à leitura de um texto sobre a presença de variadas tendências religiosas presentes em Salvador.

Os três belos textos foram autorizados pelas autoras, às quais agradeço pela gentileza de permitirem o compartilhamento.

São estilos textuais diferentes, mas tratam de um mesmo aspecto.

Boas leituras!

Texto 01: Beatriz Rogério – 1º E

O pluralismo religioso é uma característica presente marcantemente no nosso país. Quando tratamos do grandioso mundo das crenças, enfrentamos diversas dificuldades de discernimento, respeito e compreensão às religiosidades vizinhas. Afinal, é sempre difícil respeitar o que não conhecemos. Daí vem a intolerância religiosa. E por que será que tantas religiões no nosso território sofrem tanta discriminação? Simples, a falta de conhecimento sobre as mesmas. Quando nos permitimos conhecer as práticas religiosas dos outros, não estamos abrindo mão de nossa própria concepção ou crença. Quanto mais conhecemos as religiosidades, maior clareza e discernimento terão também sobre nosso segmento. Quanto mais dialogamos, conhecemos, estudamos ou pesquisamos sobre as diversas religiões, mais estamos combatendo o fundamentalismo. Enfim, as religiões são caminhos diferentes que buscam o mesmo fim. Por que, então, discriminar?

Texto 02: Lorena Santos – 1º E

“Salvador,cidade bela em sua história,em sua estrutura e cultura,e muitos mais aspectos eu teria a citar.E nessa terra maravilhosa por ter tanta beleza, há aqueles invejosos que ousam nos chamar de preguiçosos,ignorantes do saber e seguindo o exemplo do meu professor de história,não vou aqui citar nomes,tem gente que tava sofrendo com falta de água e eu aqui comendo minha feijoada. Mas, nisso nem me ofendo,penso,tomo tento e venho a declarar que essa terra à qual eles ofendem, pra história muito contribuiu,contribui e contribuirá, pois numa cidade com tanta cultura,meu filho,riqueza não há de faltar. Tenho orgulho do meu “oxente”,do meu “mainha” e de toda essa simpatia que só o baiano pode esbanjar. Mas em um assunto polêmico agora eu quero entrar,religiosidade,é dela que quero falar.Mas não se aperreie não,seja protestante,”dançante”,católico,evangélico,axé ou candomblé, seja e goste do que você quiser. Eu no meu, você no seu,mas se você preferir,ideias a gente pode trocar, sem nenhum problema surgir pra atrapalhar,porque afinal,respeito em primeiro lugar. Porque há aqueles que se esquecem que o Deus é um só, seja orando ou oferenda dando, o que muda é a forma de demonstrar a gratidão por essa entidade que benção tem a nos dar”.

Texto 03: Giovana Mororo – 1º B

Quanto à questão religiosa, considero Salvador como uma mesa enorme, sobre a qual foi servido um banquete. Nele há uma diversidade imensa de alimentos, que além de serem absolutamente necessários para a nossa vida, possuem perfumes, cores e sabores que agradam (ou não) aos presentes. A fé,assim como o alimento,é absolutamente necessária para algumas pessoas. Logo, tantas opções de religiosidade só podem ser positivas, uma vez que, por mais que não sigamos todas essas religiões, todas possuem algo de bom para oferecer, bem como cada alimento possui diferentes nutrientes que podem nos fazer bem.

O vídeo a seguir é mais completo do que o assistido em sala. A antrópologa Goli Guerreiro trata sobre a Diáspora na História. Além dela, o Ganês San Kofa e o Professor Jorge Portugal, atual secretário de cultura do Estado, tratam de temas pertinentes aos assuntos que estamos estudando.

https://www.youtube.com/watch?v=gX5Ao1xAtD0

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s