Quando é que PRATA vale mais do que OURO?

Uma aula…para alguns, obrigação, mas, para tantos outros e tantas outras, vale PRATA!!!

O texto que se segue surgiu a partir de uma bela discussão dentro de uma aula na Escola Pan Americana, em 2010, turma de 6ª série. Era tempo de “aprova-se ou não a Lei da Palmada?”. Desde aquela época, este texto era esperado. E hoje chegou, sempre em tempo. A autora, uma aluna muitíssimo viva, com um olhar recheado de sensibilidade, discute aquilo que é um dos grandes dilemas ao se estudar HISTÓRIA…

Renata Prata

1º de outubro
de 2011

Anacronismo

O que é o ridículo? E o horror? Muitas vezes as repostas vêm de um pensamento que não corresponde à situação da época. O que é de certa forma ignorância. Devemos olhar os costumes antigos ou atuais e criticar sabendo que aquilo acontece ou aconteceu devido às características de uma sociedade dentro de um determinado período. Estas características foram construídas como resultado do desenvolvimento da inteligência humana.

O Projeto de Lei da Palmada seria irreal entre 1500 a 1950 no Brasil, porque o método mais popular usado pelos pais e educadores era o castigo físico.Entretanto, hoje em dia a lei que bane os pais de fazerem qualquer tipo de punição física seria aceita pela maior parte da população porque estudos psicológicos e pedagógicos revelam que a conversa é o melhor meio de educar uma criança. A Lei da Palmada seria útil para evitar os abusos de violência muito comuns hoje tendo como vítimas as crianças dos seus próprios familiares ou cuidadores.

Por outro lado, vários hábitos ou idéias consideradas antigas e ultrapassadas continuam na vida moderna, porém mascarados. Por exemplo, atualmente é muito discutida a situação de crianças e adolescentes brasileiros que a cada dia estão mais expostos a drogas e violência. Evidentemente, não se compara esses problemas em 1930, por exemplo, e nos dias atuais. Mas, desde aquela época, havia perigos, principalmente porque não se sabia os danos que o tabaco e as drogas podiam causar.

Enfim, no dia a dia, devemos evitar o anacronismo porque a história nos permite  refletir as decisões ruins que foram feitas no passado para não repeti-las no futuro. Por fim, de um limão fazer uma limonada.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s